Arquivo para agosto \25\UTC 2005

Tem 1 real ?

Na terra onde quem rouba mas não mata já é considerado gente boa, é um sinal de que as coisas estão melhorando cada vez mais…A questão agora é conter a onda do “tem 1 real”.

Eu juro que no outro dia um cara melhor vestido que eu me pediu um real. Tá fogo mesmo ! “Que horas tem? Me dá um real ? “. Simples e inocente assim. “São duas e meia. Tenho não.”

No metrô já tem uma fila pra quem vai comprar o bilhete e uma fila de quem vai pedir um real a quem passa.

Uma possível explicação é a perseguição ao fumo. Antigamente as pessoas pediam um cigarro. “Tem um cigarro ?”. Nao podiam ver alguém fumando. Era uma coisa inocente, inofensiva. Apesar de chata. E isso ainda existe qualquer fumante vai confirmar.

Mas com essa onda de fumo ser politicamente incorreto, ao invés de cigarro, pedem um real. É politicamente mais correto. Agora que tem menos fumantes no mundo, cigarro pouca gente tem. Um real a maioria tem. Ou deveria ter.

Já é uma espécie de bico, de hora extra. No caminho de casa pro trabalho e do trabalho pra casa a pessoa aproveita pra pedir um real a quem passa. Deixou de ser vergonha. É quase uma moda. Tá complicado mesmo.

Tem gente que ao menos aparenta estar precisando… mas tem cada um também que você fica besta de ver a cara de pau. Sinceramente, quem precisa de um real ? Um real dá pra uns três pães… sem café. Mas olha o que tem de ONG por aí; tem mais ONG que gente carente o Rio. Se for no interior do estado eu entendo. Em plena Rio de Janeiro, boa coisa a pessoa não vai comprar…

E como ficam os mendigos com essa onda ? Tem mendigo que já jaz parte da cidade. Cartão postal. Tem a mulher que chora em frente ao Av. Central, tem o sujo aqui do Passeio, tem a velhinha da Lapa… Tem uma velhinha também que todo dia de manhã tá andando perto do Menezes Cortes. Ai de quem aparecer chorando e pedindo um real no ponto dela ! Se todo mundo pode agora pedir um real, de que adianta ser mendigo ? Quando passa o pessoal do Convento oferecendo ajuda, eles viram a cara. Quanto passa um pessoal da igreja que ajuda aqui também, eles nem ligam.

A prefeitura podia oferecer cadastro pra quem pede um real, igual de camelô. Uma espécie de camelódromo, um “medaumrealdromo”. As ONGs vão ficar ao redor, e no centro da praça os pedintes em suas barracas, contando suas histórias. A que você gostar mais, compra ! Pode pagar até no cartão.

Aliás, tem 1 real ?


Humor, crítica, crônica, comédia e sátira sobre o Rio de Janeiro, o Brasil e o Mundo | Defendendo o humor inteligente do Capitalismo e do Aquecimento Global, antes que se torne brinde de pasta de dentes

Este site é um espelho*. Acesse o site principal do Mamendes Express em:

http://www.mamendex.com

* Para que serve um site espelho? Para testar novos formatos, atingir maior audiência e, claro, disputar meu pouco tempo disponível.

Receba o Mamendex

Se você quer ser avisado sempre que um novo texto for publicado, você pode assinar a Newsletter do Mamendes Express. Basta optar por um dos sabores abaixo:

Mamendex no Google Groups
Mamendex

Grupo no Google

my del.icio.us

Blog Stats

  • 4,304 hits

cc -Some rights